Jedi Tux

1 Vim Básico

Posted in Vim by Fernando Basso on 8 de setembro de 2009

Vi Improved para aqueles que já ouviram falar mas não tiveram um motivo para dar os primeiros passos, ou para aqueles que já tentaram abrir o vim mas não souberam nem por onde começar, e acabaram clicando no x e fecharam o terminal. Vai ser bem prático em com dicas de coisas úteis que usamos no dia-a-dia.

Instalando

Geralmente o que vem instalado nas distribuições GNU/Linux é o bom e velho vi, ou então uma versão do vim mais compacta, sem as funcionalidades como syntax colorida. Basta um aptitude install vim (debian e derivados), emerge vim (gentoo), pacman -S vim (archlinux), etc…

Iniciando – Criando Um Novo Arquivo.

Abra um terminal de digite: vim <Enter>. Pronto! O arquivo está criado e você já está usando o vim. :)

Modos de Operação

O vim tem três modos:
1. Modo de comando;
2. Modo de inserção;
3. Modo visual.

Quando você abre o vim, está está em modo de comando. Neste modo, as teclas não são usadas para inserir texto. Pressione i para entrar no modo insert e então poderá inserir o seu conteúdo.
Para salvar o seu arquivo você deve voltar para o modo de comando digitando <Esc> ouCtrl + [. Agora digite :w teste.txt <Enter>. Isto vai salvar o seu arquivo como nome teste.txt no diretório atual. Finalmente pressione :q <Enter> para sair do vim.

Passo a Passo


1. Abra o terminal
2. Digite vim <Enter>
3. Pressione i para entrar no modo insert
4. Digite Estou aprendendo VIM.
Vim é muito poderoso.
Nada ver discutir Vim vs Emacs.
Cada um usa o que gosta.
Eu gosto do Vim.

5. <Esc> ou ctrl + [ para voltar ao modo de comando
6. Digite :w teste.txt <Enter>
7. :q <Enter> para sair.

OBS: Daqui em diante, não vou mais falar quando pressionar o enter. Você sabe quando é necessário dar um <Enter> ou não.

Abrindo Um Arquivo Já Existente

Vamos abrir o mesmo arquivo que acabamos de criar. Digite vim teste.txt . (Não esqueça de completar com tab). Agora use as teclas L H para movimentar o cursor para a esquerda e direita, e J K para movimentar o cursor para baixo e para cima. Pratique um pouco. Isto é feito em modo de comando.

Vá para o início do arquivo, pressione i, digite o seu nome, volte para o modo de comando. Como o seu arquivo já existia e já tinha um nome, o processo de salvar é mais simples. Você precisa apenas digitar :w e depois :q. Ou então, mais fácil ainda, simplesmente digite :wq em um único comando.

Passo a Passo 2


1. vim teste.txt
2. Movimente-se pelo arquivo usndo H L J K
3. Pressione i
4. Digite seu nome
5. Volte para o modo de comando.
6. :wq

Conclusão

Isto foi só um início muito básico. Prometo que nos próximos posts teremos coisas mais interessantes do que apenas abir e salvar um arquivo. Não fique chateado como fato ter que ficar mudando o modo de operação (comando, insert). Isto é natural do vim, e logo você vai ver o poder que isto lhe traz na questão de se movimentar pelo arquivo, como também para manipular o seu conteúdo.

May the force be with you. Always.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: